elaleph.com
Contacto    Sábado 19 de octubre de 2019
  Home   Biblioteca   Editorial   Libros usados    
¡Suscríbase gratis!
Página de elaleph.com en Facebook  Cuenta de elaleph.com en Twitter  

 
Pânico E Desamparo de  Mário Eduardo Costa Pereira  

Pânico E Desamparo
de Mário Eduardo Costa Pereira


ediciones 
Escuta

Edición: Primera Edición - 1999
ISBN: 8571371423
Medidas: 14 x 21cm
Estado: Muy Bueno
Género: Psicología
Peso: 420 gramos

 
Comentario del libro Reseña del libro
 
Libro Usado Inglés
Formato libro
impreso
 
U$S 28.34
Libro agotado.
Lamentablemente, vendimos el único ejemplar disponible.
Libro Usado Portugués
Formato libro
impreso
 
396 Pág.
U$S 24.58
C O M P R A R
* Los importes están expresados en dólares estadounidenses.
Política de Devoluciones.
 

Otros libros en la misma sección



Descripción del libro usado "Pânico E Desamparo"


"Entrar em pânico atesta o reconhecimento inequívoco por parte do sujeito da dimensão de desamparo, fundamental subjacente ao funcionamento psíquico. A particularidade desta condição psicopatológica debe-se ao fato do eu, não tendo sido preparado para suportar tal constatação -vivenciada como desesperadora - buscar pelo pânico obter um certo domínio sobre a possibilidade sempre presente de realização efectiva do perigo. Tal possibilidade é instaurada pela condição de falta de garantias últimas e difinitivas de tudo que diz respeito á linguagem e é, em si mesma, insuperável:habitar a linguagem é conviver com a dimensão do possível, correndo-se o risco (perigo) constante do (re) encontro com o traumático.

O pânico constitui, em última instância, uma estratégia singular de eliminação do horizonte do possível, no qual tudo o que é da ordem do terrivel pode, efetivamente, se realizar. Tal estratégia consiste em tornar presente, inmediato, aquilo que já assusta apenas por seu carácter de indefinição e que pode se concretizar sob a forma do "pior" (ainda que não se possa representá-lo).
Neste sentido, o pânico é um fenômeno essencialmente ligado ao pensamento e ao eu, ao passo que o desamparo diz respeito á fragilidade inerente á linguagem. O pensamento busca pelo pânico apoderar-se corporalmente do desamparo implicado em tudo o que é da relação da linguagem ao sexual.

Ir al inicio Ir al inicio

 

Buscador
     


(c) Copyright 1999-2019 - elaleph.com - Contenidos propiedad de elaleph.com